quinta-feira, 13 de junho de 2013

“Imagem 1 – Primeiro Experimento”

video

Conglomerado E.M.A. apresenta:
- “Auto-Retratos”
- “Imagem 1 – Primeiro Experimento”     
- “Mais perigoso com a caneta do que outros com o revólver”

Teatro Zaqueu de Melo
(Av Rio de Janeiro, 413 – Centro. Telefone: (43) 3371-6571)

20 (quinta-feira) e 21 (sexta-feira) de junho de 2013
Horário: 21h
Entrada: R$ 10,00 Inteira R$ 5,00 Meia
Classificação Indicativa: 12 anos

Release:

O trabalho denominado “Imagem I – Primeiro Experimento” surge de uma pesquisa cênica sobre as corporeidades do ator criadas a partir de referências pictóricas, fotográficas e plásticas, desenvolvida por Debora Thomas. A cena surgiu através de um processo instaurado pela observação de fotografias do artista checo Jan Saudek.
As imagens do fotógrafo possuem uma teatralidade recheada de ação e movimento. Esta investigação serve como uma extensão destas impressões através do corpo do ator, que paulatinamente criou novas imagens, fundindo as suas próprias vivências e resultando numa ação atemporal e fragmentada que propõe ao público uma reflexão interativa acerca deste universo ontológico das imagens.

Em “Mais perigoso com a caneta do que outros com o revólver”, a poesia é experimentada através do jogo entre palavra, musicalidade, gesto e imagem: dois atores e um músico cantam, declamam, dialogam e sussurram fragmentos da poesia de Federico Garcia Lorca (1898 – 1936). Natureza, sexualidade e aspectos políticos são percorridos em sua obra e por vezes se misturam. Um simples encontro entre pessoas, que tentam expressar algo de si despertado através do outro; o espectador deixa de ser público e passa a ser um convidado.

Já instalação que abre o evento, denominada “Auto-Retratos”, entrelaça sequências gestuais, a partir de exercícios de qualidades do movimento e as composições cenográficas da obra de Saudek, criando retratos pessoais e íntimos dos artistas em presença. Revela-se, a partir do contato direto entre público e obra viva, uma descoberta de sentidos e sensações. O retrato emoldurado, que é de si, olha, fala, respira, criando uma atmosfera fantástica.

Ficha técnica: 
Coordenação – Debora Thomas
Atores – Camila Franca, Debora Thomas e Luciano Matricardi
Composição Sonora – Rafael Fuca
Iluminação – Samara Azevedo
Instalação – Luana Vidotte, Paulo Ricardo e Samara Azevedo
Cenografia e adereços – Morôni Ferraz
Realização – Conglomerado E.M.A.

Nenhum comentário:

Postar um comentário